Blog Visite Formiga


O intuito deste blog, é promover o Turismo da cidade de Formiga através da divulgação de seus equipamento turísticos e assuntos de interesse dos turistas.

Esta iniciativa partiu do Governo de Minas Gerais, a partir da Resolução SECULT nº 44 de 13 de abril de 2021. Nosso município tem muito a ser explorado, tendo grande potencial turístico.

Em Formiga existem equipamentos turísticos, histórias, curiosidades e pessoas de grande importância para que a cidade seja um atrativo turístico. O objetivo de difundir estas informações além de atrair turistas de vários lugares é também fazer com que os próprios moradores da cidade explorem e valorizem os nossos pontos turístico.

Visite Formiga - MG

Princesa do Oeste

Reza a lenda que a origem do nome deriva de um senso comum entre os tropeiros, os quais, durante o ciclo da cana-de-açúcar, carregavam seus imensos fardos de açúcar e pousavam quase sempre às margens do rio que hoje corta a cidade. Certa vez, um dos carregamentos foi atacado por correições de formigas e os tropeiros obtiveram enorme prejuízo. A partir de então, o local foi denominado de Rio das Formigas, para que os viajantes que ali pousavam tomassem precauções contra os possíveis ataques dos insetos.

FONTE: Prefeitura Municipal de Formiga 

https://www.formiga.mg.gov.br/?pg=14&id_busca=18

 

Visite-nos!

Explore o blog, sinta-se em casa! 

Buscando conhecer as maravilhas de Minas Gerais? Não deixe de dar uma passadinha na nossa cidade e conhecer nossos pontos turísticos.

Contate-me...

Histórias, Eventos e Pontos Turísticos de Formiga

Explore os pontos turísticos


Biblioteca Municipal Dr. Sócrates Bezerra de Menezes

A Biblioteca Municipal de Formiga foi fundada pelo então prefeito, Dr. Sócrates Bezerra de Menezes, em 13 de setembro de 1951. Após 21 anos, a biblioteca passou a ter o nome de "Biblioteca Pública Municipal Doutor Sócrates Bezerra de Menezes", sendo o antigo prefeito, seu patrono.

O casarão que abrigava a biblioteca na época de sua inauguração foi deteriorando, ocasionando as mudanças de endereços da biblioteca para outros imóveis.

Depois de algumas mudanças, foi construído um novo prédio, o Edifício João Branco, que passou a abrigar a Biblioteca Pública Municipal.

O acervo bibliográfico é rico em histórias, documentos, periódicos e uma gama de categorias para a leitura.

Invista em cultura, visite a Biblioteca Pública! Ambiente calmo e tranquilo para usuários de todas as idades adquirirem conhecimento!

A Biblioteca está localizada à Praça São Vicente Férrer, 140 - Formiga, MG.

"Permita-se ao conhecimento! Nunca é demais saber a mais" (Amanda Prates)

Visite Formiga, conheça nosso patrimônio histórico e cultural. Veja nossas redes sociais @visiteformiga e https://visiteformiga.webnode.com/

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA

O transporte ferroviário se deu início no Brasil a partir do século XIX, para transportar cargas e até mesmo pessoas. Em Formiga não foi diferente, a vinda do trem de ferro no município ocorreu no século XX, no ano de 1903 pela Estrada de Ferro Oeste de Minas (EFOM) o que contribuiu para o desenvolvimento da cidade, pois Formiga estava saltando de pequena aldeia semidesenvolvida, para ser o berço do progresso das vertentes minerais.

Este acontecimento foi de grande importância para a história de Formiga no âmbito de desenvolvimento econômico, social e cultural. Segundo Claudinê dos Santos, radialista renomado em Formiga, a ferrovia do pontilhão da estação Charqueada e o ramal ferroviário foram construídos na mesma época, no ano de 1905. Em média, a obra contou com 600 operários para a construção, ampliação, manutenção e serviços à linha férrea.

A ideia da EFOM, era ligar Formiga a Goiás por meio da sua rede ferroviária, porém, a responsabilidade de realizar o projeto ficou para a Estrada de Ferro Goiás (EFG), devido ao interesse em ligar a região de Minas com a região Goiana. Também no século XX, houve um declínio do setor ferroviário no Brasil, devido ao setor estar com dificuldade em conseguir importar materiais. Em 1931, o governo de Minas Gerais arrendou a estrada de Ferro Oeste de Minas e a Estrada de Ferro Paracatu.

Atualmente, os vagões que passam na cidade de Formiga, não são mais responsáveis por transportar pessoas, mas somente cargas. Em nossa cidade, na antiga estação ferroviária se encontra atualmente o museu Francisco "Nhonhô" Fonseca, e em anexo ao museu, um vagão o qual transportava os passageiros, contendo objetos antigos e documentos. De acordo com o decreto municipal 2730/2004, a Estação Ferroviária é um bem tombado pelo município de Formiga. O ramal ferroviário representa a história do transporte brasileiro e marca início do desenvolvimento da nossa cidade.


O dia em que Formiga foi "bombardeada"


No dia 2 de abril de 1987, era quase meio dia, quando um grupo de aproximadamente 5 mil comerciantes reuniram para protestar na região central de Formiga, contra os altos juros bancários, na gestão do Presidente José Sarney.

Coincidentemente, no mesmo momento da concentração para dar início a manifestação, duas aeronaves da FAB faziam voos de baixas altitudes no município para realizar treinamentos, quando caíram duas bombas inertes pesando 230kg cada na região do Parque de Exposição de Formiga.

A princípio, os comerciantes ficaram assustados e pensaram que aquele barulho estrondoso fosse retaliação do governo devido a manifestação. Mas diferente disso, foi um incidente que ocasionou neste dia.

Segundo a FAB, o incidente ocorreu porque as "bombas" estavam travadas indevidamente nos cabides subalares. Uma delas, caiu e destruiu um muro do Parque de Exposição, e a outra à cerca de 20 metros do local onde havia uma escola funcionando causando "um buraco de sete metros de profundidade".

Após o incidente, no mesmo dia, chegou ao município uma equipe de militares da FAB no local do acontecimento. Uma capsula foi desenterrada no mesmo dia e levada para a perícia, já a segunda foi desenterrada posteriormente.

Na época, o município recebeu uma indenização pelo incidente no valor de um milhão e quinhentos e oitenta e seis mil novecentos e dezoito cruzados e cinquenta centavos, valor o qual foi usado para construção da Praça da Bomba, próximo ao Parque de Exposição, onde houve o fato em 1987. Na praça, se encontra a "bomba" que caiu do avião a fim de perpetuar o monumento e recordar o acontecimento.

O Prefeito Eugênio Vilela, por meio da Secretaria de Obras, recentemente realizou a revitalização da Praça da Bomba, adicionando um totem que contém informações sobre o acontecimento.


Cristo Redentor

A cidade de Formiga, conhecida como Princesa do Oeste, é dona de um dos patrimônios mais exuberantes de Minas, assim como o monumento do Cristo Redentor que possui um significado extremamente importante para os formiguenses, pois é considerado um dos pontos turísticos da cidade.

Claudinê Silvio dos Santos, formiguense, dono de um extraordinário talento foi quem teve a ideia da criação do Cristo Redentor na cidade. Filho da responsável por esculpir o protótipo, Geralda Cândida dos Santos também formiguense, artista plástica e ativa no meio da população, sobretudo no segmento de cultura da cidade.

Para que o monumento fosse realizado, Claudinê contou com o auxílio de 58 voluntários, sem contar as outras pessoas que cooperaram indiretamente, bem como Francisco Teixeira Neto (Chiquinho) responsável por recrutar fundos. Não podendo deixar de mencionar o carpinteiro; Joaquim Cândido, Homero Roberto da Rocha; armador de ferragens, Moisés de Souza; mestre de obras e Valdir Pedro Alves; engenheiro.

Embora o monumento seja de origem e simbologia católica, representa também a união, empenho e comunhão da comunidade.

Baseado nos dados da Secretaria de Cultura, na gestão do prefeito Aluísio Veloso da Cunha (2005 - 2012) o monumento foi construído em 19/03/1972, no dia em que se comemora São José. E findando-se a obra em menos de dois meses, exatamente no dia 1º de Maio, no dia do trabalhador. As datas possuem um significado imprescritível, pois São José considerado santo foi carpinteiro e padroeiro dos trabalhadores. Considera-se que a obra foi simbolicamente abençoada por ter iniciado no dia do padroeiro dos operários, e findada no dia dedicado aos operários.

Existem informações, que Rubens Garcia formiguense tenha doado o terreno em que foi construído o Mirante do Cristo na gestão do projeto do Prefeito Luís Rodrigues Belo Primo (1963 - 1967).

O Cristo Redentor está a 924m acima do nível do mar,

16,64m de altura; 9,43m de largura (ponta da mão até a outra mão) circunferência, no tronco de 7,05m. As mãos medem 1,64m cada uma, mesmo tamanho da cabeça.

Está sobre uma escova de concreto, formato retangular, cor cinza escuro de 2,9 por 3m e 3,15m de altura.

Possui três placas na escova com informações sobre o protótipo; em frente ao monumento, lateral esquerda e outra de 1944, noticiando a participação de Benedito Valadares, governador de Minas Gerais em 1944, nas obras de abastecimento de água.

Localização: Praça do Cristo Redentor, 30 - Santa Tereza.


Igreja Matriz São Vicente Ferrer
Igreja Matriz São Vicente Ferrer

Você sabia que a Igreja Matriz São Vicente Férrer é uma obra do séc. XVIII?

A Igreja Matriz de São Vicente Férrer é uma obra do séc. XVIII que encanta todos os turistas que passam pelo município de Formiga MG.

A construção da Igreja Matriz São Vicente Férrer, foi iniciada em 1749, sendo a primeira capela da cidade de Formiga, que na época ainda era um arraial.

A primeira fase da construção da igreja, foi em 1765, porém sua inauguração só ocorreu 34 anos mais tarde em 1873 quando foi realizada uma ampliação, construindo o altar-mor onde está a imagem do padroeiro São Vicente Férrer.

No ano de 1922, chegou em Formiga os dois primeiros padres Dehonianos: Pe. José Fidelis Fóxius e Pe. Vicente Schaffhausen, que a pedido de Dom Manuel Nunes Coelho, assumiram a Paróquia São Vicente Férrer, que na época abrangia vários distritos do município, atualmente cidades.

Baseado nas informações da Paróquia São Vicente Férrer, a obra da igreja é de adobe, toras de aroeira e o alicerce em grandes blocos de pedra. O estilo arquitetônico teve influências dos períodos Barroco e Rococó, pois a construção foi na realizada na transição destes períodos.

O artista veneziano Ângelo Pagnaco, quem foi o responsável pelas pinturas e entalhes, sendo auxiliado por artistas e artesãos do município em 1920.

No Brasil temos um acervo marcante de Igrejas com construções ricas em detalhes e Matriz São Vivente Férrer é uma delas, visite Formiga.

Explore os detalhes da Igreja Matriz


Você sabia?

Formiga, possui o 3º órgão de tubos de MG, localizado na Igreja Matiz São Vicente de Férrer. Leia sobre esta curiosidade.

A Igreja Matriz São Vicente de Férrer, localizada no Centro de Formiga, possui o 3º maior órgão de tubos de Minas Gerais, o elemento musical foi instalado em 1937 trazida por um Austríaco que veio morar na cidade. Quem o encomendou foi o padre Remaclo Fóxius, entusiasta da música e do músico austríaco de Franz Stangelberger.

O órgão foi construído com madeiras de uma fazenda em Pains, cidade vizinha de Formiga. O funcionamento do instrumento musical, se dá através do ar que percorre pelos os tubos e assim define o som do instrumento.

Localizado na belíssima Igreja Matriz, atualmente o instrumento faz parte das missas aos sábados e alguns domingos pela manhã, e, em 2004, se tornou um patrimônio histórico da cidade, sendo, no mesmo ano, tombado pelo município através do Decreto 2730.

O órgão se encontra no coro da igreja do lado oposto do altar, contendo 10 m de altura, sendo um dos poucos que ainda funciona no estado de Minas Gerais. As visitas estão abertas para quem quiser conhecer o patrimônio, basta agendar no escritório Paroquial da Igreja Matriz São Vicente Férrer na Praça São Vicente Férrer, número 27. O telefone para contato é (37) 3322-2131.

© 2021 Blog voltado para o turismo de Formiga- MG. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Webnode
Crie seu site grátis!